Às vezes, quando estou sentada com oito horas de sono a dividir pelos últimos três dias, a tentar comunicar porque é que eu fiz o edifício assim e não doutra maneira qualquer, e quais foram as ambições inicais e se as cumpri, e dou por mim a bater com a mão na testa de cinco em cinco minutos a recriminar-me por ser uma preguiçosa d'um raio e não saber no que é que andei a pensar nestes últimos meses, mas claramente não foi na minha ideia inicial, naquilo que realmente queria fazer, na 'wider picture', porque dessa, acabas de te aperceber de que já te tinhas esquecido - dá-me uma vontade incrível de escrever antes sobre t-shirts rasgadas penduradas solitárias numa cruzeta sob o título Unstated Statements e divagar à vontade sobre as pessoas do mundo e penas verdes e azuis em papagaios que fugiram de casa e foram adoptados por estranhos; principalmente quando esta da frente está a comer uma banana - sim, isso irrita-me - e lá fora está um monhé qualquer a tirar fotos a uma gaja que se esfrega toda contra o vidro em poses 'olha para mim tão casually sexy aqui com os braços no ar, queixo colado ao peito a fazer beicinho e a olhar para ti assim de baixinho...' - estou num daqueles dias, que se não fossem as fotos perfeitas que o senhor Jonas me tirou à maqueta-caralho-gigante com'a merda-nunca mais faço uma maqueta 1:50 na vida- desligava já o computador e ia para casa dormir (em vez de vir escrever para o blog).

2 comentários:

tIMOU disse...

google translate gives me something on drugs. parrots on cocaine.

can you send me the text i wrote you at night?

Ricardo disse...

uau... bateu fundo! soltar a raiva num blog é bom. fá-lo lá fora tb. espanca o monhé e enfia a banana pela garganta abaixo da moça :)