Fail.

A modos tantos lembrei-me, enquanto me apercebia dos meus olhos vidrados no horizonte enquanto a mão direita me apoiava o peso do corpo no banco do passageiro vazio e a esquerda pousava lassivamente no guiador no meu colo, que eu podia ter feito 'casas' - não literalmente - mas feito 'casas' como fazia no colégio e os meninos corriam atrás de mim a jogar às caçadinhas - e quando eu estava farta de correr, de me esconder só para eles me assustarem quando me descobriam, eu voltava a fugir, e dava por mim a sentir medo, mesmo medo, apesar de saber que era só um jogo - eu podia sempre parar enconstada a uma parede, fazer um V com os dedos, depois fechá-los com força e gritar: 'CASAS!' - que eles iam embora, e não acontecia nada.

3 comentários:

Mary disse...

boa, já nao me lembrava. quem me dera poder fazer "casas". talvez seja possivel...

margarida. disse...

eu sou da geracao "(ar)rebent´a bolha".

GPS cell phone disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.